02.04.18

Fórum Mundial da Água 2018: destaques da primeira edição do evento em solo brasileiro

Realizado em Brasília, o 8º Fórum Mundial da Água registra recorde de público e deixa um legado de publicações importantes.

Encerrado dia 23 de março, o 8º Fórum Mundial da Água foi marcado pelo compromisso das nações com a preservação da água no planeta. Brasília foi a sede da primeira edição do Fórum na América do Sul.

A edição brasileira do Fórum Mundial da Água deixa um legado de publicações, como o Chamado para Ação de Governos Locais e Regionais sobre Água e Saneamento de Brasília.

Alinhado com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, o texto faz várias recomendações para o alcance do desenvolvimento sustentável, entre elas:

– Priorizar o acesso à água e ao saneamento de qualidade;

– Avançar em legislações que permitam o uso justo, eficiente e sustentável dos recursos hídricos;

– Aumentar o financiamento para projetos sobre água e saneamento;

– Projetar riscos e adaptação às mudanças climáticas e proteger áreas sensíveis;

– Fortalecer as capacidades de governos locais e dos cidadãos para a gestão da água.

A carta de Brasília, desenvolvida durante o 8º Fórum Mundial da Água, foi elaborada por juízes, promotores e especialistas de 57 países. O documento reforça princípios de segurança hídrica, universalização do abastecimento e redução da desigualdade.

A Declaração de Sustentabilidade foi elaborada pelo grupo focal de sustentabilidade, iniciativa inédita da edição de Brasília. Ela pede a mobilização de todas as partes para um futuro sustentável, e o enfrentamento dos desafios das questões envolvendo a água.

RECORDE DE PÚBLICO NO FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o Fórum Mundial da Água contou com mais de 100 mil participantes de 172 países em sua edição brasileira – um recorde de público. O evento gerou 8 mil empregos diretos e indiretos, e foram plantadas 10.333 mudas do cerrado.

CARCERERI

Fundada em 1986, a Humberto A. Carcereri & CIA LTDA é hoje uma das principais empresas de Saneamento do país, com mais de 600 funcionários, e 27.000 m² de área de infraestrutura.

Saiba mais aqui: https://www.carcereri.com.br/quem-somos.html

fontes:

https://agenciabrasilia.df.gov.br/2018/03/26/acordos-firmados-no-8o-forum-mundial-da-agua-fortalecem-consciencia-sustentavel/